Os protocolos sanitários estão disponíveis para 15 segmentos turísticos e foram elaborados em parceria com o trade levando em consideração diretrizes internacionais, e contou com a validação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os segmentos turísticos que podem solicitar o selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro” são os Meios de Hospedagem, Agências de Turismo, Transportadoras Turísticas, Organizadoras de Eventos, Parques Temáticos, Acampamentos Turísticos, Restaurantes, Cafeterias, Bares e similares, Centros de Convenções, Parques Temáticos Aquáticos, Marinas, Casas de Espetáculo, Prestadoras de Serviços de Infraestrutura de Eventos, Locadoras de veículos para turistas, Prestadoras de Serviços Especializados nas diversas modalidades dos segmentos turísticos e Guias de Turismo.

O selo é gratuito e será utilizado em todo o Brasil. Para ter acesso, as empresas e guias de turismo precisam estar devidamente cadastradas no Cadastur.  O selo deverá ser colado em local de fácil acesso ao turista e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele estabelecimento e/ou profissional. Além disso, possibilitará a realização de denúncias em caso de descumprimento o que poderá resultar em revogação do selo.

A expectativa do Ministério do Turismo é que a adoção das medidas contribua para a retomada do setor ao instigar a confiança nos turistas, que podem viajar em segurança e procurar por estabelecimentos turísticos que assegurem o cumprimento dos protocolos sanitários do programa “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”.

Fonte: Ministério do Turismo